Internacionais | Quênia

Quarta-feira, 11 de Julho de 2018

A professora que ensina yoga para elevar a autoestima de presidiárias

Irene Auma se apresenta como uma "guardiã da esperança" que "espalha alegria" nas prisões.

Fundadora do Projeto Dentro das Prisões, ela ensina yoga para detentas da prisão Langata, em Nairobi, no Quênia.

"O que me deixa feliz é vez uma prisioneira feliz", diz Irene, com um enorme sorriso no rosto.

Ao ensinar as posturas dessa prática, ela diz estar melhorando a saúde e a autoestima dessas mulheres enquanto elas estão atrás das grades.

Sua maior conquista, afirma Irene, é ver uma prisioneira adquirir de volta sua autoconfiança e um senso mínimo de normalidade em suas rotinas.

"Elas estão aqui por motivos diferentes e algumas estão tristes, sentem falta da família", diz ela.

"Elas sentem falta de uma vida normal, e faço isso porque é um serviço à humanidade."

G1

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

* Ao enviar o comentário você aceita os termos de uso do site.