Brasil | Espírito Santo

Quinta-feira, 12 de Outubro de 2017

Motorista da carreta que provocou acidente na BR-101 é preso

O motorista de uma das carretas envolvidas no grave acidente na BR-101 em Viana, nesta quarta-feira (11), foi preso no fim da tarde. Wesley Montovanelli, de 45 anos, foi levado para a Delegacia de Delitos de Trânsito, mas será encaminhado para o presídio de Viana.

A batida entre nove veículos resultou na morte de quatro pessoas, por volta das 11h57, no km 304 da rodovia federal. Duas pessoas saíram ilesas e cinco foram socorridas com ferimentos.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista preso estava a uma velocidade de 85 km/h, sendo que na via a máxima era de 60 km/h. No trecho onde ocorreu o acidente, o trânsito estava lento por causa de uma blitz e o motorista disse que não conseguiu frear. Na pista havia marcas de frenagem.

Ele disse ainda que estava olhando para o posto de gasolina e não viu que os veículos da frente estavam parados. “Tudo que pedir de desculpa para eles [familiares das vítimas], eu não vou consertar. Mas do fundo do meu coração, eu nunca quis, em momento nenhum, fazer o que aconteceu”, disse.

Mesmo com essa declaração, a polícia apreendeu o celular dele para perícia, pois há a suspeita de que ele estava mexendo no aparelho momentos antes da batida.

“Ele não estava olhando para a via. O que a gente acredita é que ele estava olhando no celular no momento do acidente, conversando no WhatsApp. Porque temos algumas conversas dele num determinado horário. E exatamente no horário do fato, as conversas estão apagadas por ele. Vamos encaminhar para a perícia para ver se ele estava digitando ou lendo alguma mensagem", explicou o delegado Alberto Roque, da Delegacia de Delitos de Trânsito.

Wesley negou que estava mexendo no celular no momento do acidente, mas, questionado, não respondeu por que apagou as mensagens no celular.

G1

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário