Notícias da Região | Santa Helena

Terça-feira, 13 de Março de 2018

Na coluna Contando Histórias desta semana, confira entrevista com os professores Bosco e Terezinha Zimermann

O professor João Rosa Correio vem fazendo o resgate oral de histórias contadas pelos primeiros moradores do município de Santa Helena. Neste mês, para comemorar os 50 anos da Escola Estadual Graciliano Ramos, os entrevistados são o professor João Bosco Zimermann e sua esposa, a professora Terezinha Zimermann.

Bosco e Terezinha contam um pouco do que viveram antes de chegar ao município, porque escolheram Santa Helena para morar e muitas de suas experiências neste período de quase 40 anos que estão no município.

João Bosco conta que veio para Santa Helena, com o objetivo de trabalhar em um projeto de escola de música, a convite do então prefeito Naude Prates, do apoio que recebeu do saudoso prefeito Silom e de seus períodos como diretor da Escola Graciliano Ramos.

A professora de Estudos Sociais (Geografia/História), Terezinha Zimermann conta um pouco sobre o DOPS – Departamento de Ordem Política e Social - criado para manter o controle do cidadão e vigiar as manifestações políticas na ditadura pós-64 instaurada pelos militares no Brasil. E que perseguia, acima de tudo, as atividades intelectuais, sociais, políticas e partidárias de cunho comunista. Para estudar, ela precisou comprovar não ser fichada no DOPS, apresentando a negativa da Polícia Civil.

Clique aqui para ler a coluna e ver as fotos compartilhadas pelo casal de educadores e organizadas pelo professor  Joãozinho.

Boa leitura!


COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Zérizada@hotmail.com - 14.03.2018 - 07:441
nossa meus parabéns emocionante é uma história bem bonita que o Senhor Jesus interceda sempre por vocês junto ao Pai ( Batalhadores )
Aluno - 14.03.2018 - 00:042
Com certeza Santa Helena deve muito a esses dois professores fazem com toda certeza parte de toda a educação desse município. Parabéns a eles e muito obrigado por tudo grandioso professor Bosco e grandiosa professora Terezinha. Obrigado.

Deixe seu comentário

* Ao enviar o comentário você aceita os termos de uso do site.