Brasil | Confusão

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017

Policial é agredido por banhistas ao ser confundido com ladrão em praia de SP

Agente foi vítima de roubo e, ao reagir, lutou contra três criminosos, antes de ser agredido por banhistas.

Um policial civil foi agredido por banhistas após ser assaltado em uma praia em Bertioga, no litoral de São Paulo. Ele reagiu à ação de três criminosos e, ao se armar, foi surpreendido por testemunhas que acharam que a situação se tratava de uma briga. Dois jovens foram presos.

O assalto ocorreu na praia do bairro Indaiá, contra um investigador de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, segundo registros oficiais. Ele estava na areia quando foi abordado por três rapazes, que anunciaram um roubo. O policial entregou uma corrente de ouro e dois celulares.

Antes do trio fugir, porém, o policial sacou a arma que carregava e tentou detê-los, dando voz de prisão. Os três começaram a lutar com o investigador para tentar desarmá-lo. A ação foi flagrada por terceiros, que achavam que o ladrão era o policial.

Machucado, o investigador caiu no chão, quase desmaiando, e acabou desarmado por um dos assaltantes, que fugiu em seguida após ficar ferido com um tiro na mão. O policial continuou alvo das agressões de banhistas, até que recuperou a consciência, se identificou e afirmou ser a vítima.

Policiais militares foram acionados e conseguiram deter Everton de Paula, de 19 anos, com a arma do policial. Um adolescente de 16 anos, também suspeito de participar da ação, foi apreendido em seguida . O terceiro envolvido conseguiu fugir levando os bens do investigador.

O caso foi registrado na Delegacia Sede de Bertioga, por onde será investigado. A Polícia Civil da cidade agora trabalha para tentar identificar o terceiro rapaz que participou do roubo e recuperar os bens do policial, que já retornou para a Grande São Paulo e passa bem.

 

G1

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

* Ao enviar o comentário você aceita os termos de uso do site.