Internacionais | Susto

Sexta-feira, 12 de Julho de 2019

'Turbulência de céu claro' surpreende voo da Air Canada, e passageiros ficam feridos

Uma turbulência em um voo da Air Canada que seguia de Vancouver a Sydney, na Austrália, deixou 35 ocupantes da aeronave feridos nesta quinta-feira (11). Por causa do incidente, o avião teve de pousar em Honolulu, capital do Havaí.

De acordo com um porta-voz da companhia canadense, o Boeing 777-200 passou por uma chamada "turbulência de céu claro" a 36 mil pés de altitude (cerca de 11 km). O fenômeno ocorre quando há poucos indicativos de instabilidade na rota do avião (leia mais sobre o assunto no fim da reportagem).

A Autoridade Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) afirmou que a própria tripulação da Air Canada solicitou apoio médico por causa do episódio. Segundo a companhia, as pessoas que se machucaram tiveram apenas ferimentos leves a empresa não detalhou, porém, a gravidade dos casos.

G1